29 de setembro de 2011

Recorrendo ao Soberano

Por que razão vim eu, e ninguém apareceu? Chamei, e ninguém respondeu? Porventura tanto se encolheu a minha mão, que já não possa remir? Ou não há mais força em mim para livrar? Eis que com a minha repreensão faço secar o mar, torno os rios em deserto, até que cheirem mal os seus peixes, porquanto não têm água e morrem de sede. (Isaías 50.2)

As pessoas pouco se controlam hoje em dia. Muitos acreditam não haver saída para os seus problemas. Bom, isso não se restringe somente aos ímpios. É bem verdade que o cristianismo tem sido um pouco afetado nessa área. Contas, preocupações rotineiras da vida, o medo do amanhã, isso parece tirar a paz de muitos de nós.

Hoje nós pouco cremos no poder das orações que fazemos a Deus, são orações frias, sem certezas, cambaleantes das dúvidas e açoitadas por pensamentos externos que tiram totalmente o foco de nossas motivações e da nossa necessidades e anseio de estar na presença do Senhor. As enfermidades nos entristecem, a ponto de chegarmos a dizer: Se eu ficar assim, não irei mais a igreja!

Quando muitas vezes somos oprimidos por conta de alguma falha que praticamos, imediatamente o tentador se apresentar como advogado de acusação e lista todos os nossos erros, mas ao invés de o repreendermos, parece que o convidamos para um café da tarde ou talvez um chá e começamos a contar a ele os nossos erros e concordar com ele como se fosse mais ou menos assim: 

Diabo: Você está sendo acusado de ...
Nós: Sim! Isso é verdade, concordo totalmente com você!

Queridos! Com o diabo não se tem diálogo. É repreende-lo e resisti-lo firmemente com base na palavra de Deus. (Tiago 4.7)

Quanto a todo esse monte de problemas que passamos, precisamos olhar realmente para o alto e verdadeiramente crermos que Deus é poderoso e soberano para realizar grandes coisas em nossas vidas. Não devemos de maneira alguma, deixar de buscar a Deus, seja sorrindo, chorando, sem dinheiro para isso ou aquilo, angustiados, enfim, busquemos a Ele em todo tempo, pois Ele pode num único momento sará as nossas enfermidades e suprir as nossas faltas. O perdão também é derramado sobre aquele que falha, independentemente de qual tenha sido o tamanho do seu erro.

Deus pode fazer, mas é fundamental recorrer a Ele e crer no seu poder!

Alex Salustino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!