3 de outubro de 2011

Como não se render a ti Senhor

Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. (Jeremias 29.11)

Como não se render aquele que nas horas mais difíceis de nossas vidas, sempre está presente para nos ajudar? Ele tem cuidado de cada um de nós em todos os momentos, tanto bons quanto ruins. Tem nos ensinado constantemente a depender da sua gloriosa soberania.

Quando nos faltam forças Ele vem nos suprir. Não imaginemos nós que vem algo repentinamente e nos põe de pé, como sendo um passe de mágica. Não é nada disso. Esse é o poder soberano do autor da nossa fé, Jesus Cristo o justo, que é poderoso para fazer grandes coisas, as quais nem sonhamos.

Amados! Nossos joelhos vacilam e quando vamos até Ele e confessamos os nossos pecados, Ele nunca nos afasta de si, muito pelo contrário, sempre tem a maior paciência e nos diz: Exponha tudo o que sentes nesse momento, apesar de já saber tudo. E então, contamos tudo que sentimos e em um breve momento Ele vem com o seu consolo e nos refrigera o coração que tanto estava pesado. Sua infinita graça nos constrange. Seu amor para com cada um de nós é... palavras não podem defini-lo! Certamente nem eu e nem você teríamos tamanha capacidade de amar alguém como Ele nos amou a ponto de sacrificar-se, morrendo de forma brutal para que cada um de nós hoje pudesse viver na sua dependência.

Mais e se o homem for um iníquo? Não tem problema. Os ouvidos do Soberano estão atentos ao clamor de todo e qualquer ser humano na face desta terra. Não se engane, Deus pode fazer o mais vil pecador se assentar em altos lugares, porque Ele é Deus e faz grandes coisas que confundem a todos.

Todos os dias acordamos e nunca nos falta o pão na mesa ou qualquer outra comida. Ainda que tenhamos pouco, temos o que comer. Mesmo que não seja o que realmente desejaríamos comer, podemos refletir e dizer: Pai! Nesse momento enquanto vou sondar minha refeição, muitos perecem por serem faltos ao menos do pouco que tenho e então, ao invés de reclamarmos, agradecemos a Ele pela sua provisão.

Como não se render a ti Senhor?

Não haverá razão para viver se estivermos distantes de ti nosso Rei, pois a nossa razão de viver é o Senhor!

Alex Salustino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!