3 de outubro de 2011

A solidão

Meu querido irmão ou minha querida irmã! Não sei se esta é sua situação neste momento, mas eu gostaria que você refletisse bem quanto a esse fato que tem causado uma série de danos na vida das pessoas.

Assistindo uma reportagem esta semana no Fala Brasil, foi abordado o tema solidão e eu fui acompanhando. Algumas situações de pessoas que vivem dessa maneira foram mostradas. Exemplos de pessoas que abandonaram família, conforto muitas vezes, na busca de um futuro melhor, na busca de construir algo e depois retornar. Sim, muitos até retornam, conseguem conter de certa forma a saudade, mas e o que dizer daqueles que não possuem essa força?

Sabe, um exemplo interessante foi de um gaúcho que no momento em que o repórter perguntou acerca de sua família, ele comentou logo acerca de sua filhinha e disse que daria tudo para vê-la. Disse também que fazia pelo menos três anos que não a via.

Quando você olha para a sua família, o que vem logo como sentimento ao seu coração? Você agradece ao Senhor e reconhece que não está sozinho, mesmo que eles talvez não gostem do que você gosta, não compartilhem da mesma fé que você? Ou você escolhe resmungar e diz que está sozinho?

Quero dizer-lhes uma coisa! Realmente em muitos momentos aqui na terra enfrentamos talvez uma solidão pessoal, onde todos parecem se esconder. Procuramos e onde estão para sequer dá-nos uma palavra. Vemos que muitas vezes as pessoas dizem estar tão perto de nós, mas na verdade estão muito longe. Outros abandonam e sequer fazem caso disso.

Sabe amados! Mesmo assim, podemos e devemos entender que Deus não nos criou para vivermos na solidão. E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. (Gênesis 2.18) O próprio Deus realizando algo glorioso na história de vida do homem. Mais acima de tudo, ainda que vivamos sozinhos em algumas situações por conta da ausência de pessoas ao nosso redor, Deus não nos deixa sós. Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. (Isaías 49.15)

Ninguém foi criado para viver só! Acima de tudo e de todos, Deus está com cada um de nós!


Alex Salustino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!