15 de novembro de 2011

Cuidado com as influências


BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. (Salmos 1.1)

Talvez você diga: Eu conheço esse versículo, ele é realmente muito falado por muitas pessoas! Que bom! Quero lhe dizer: Não basta apenas tê-lo ouvido, ele merece e deve ser vivido por cada um de nós que servimos a Deus.

É impressionante como muitas pessoas são facilmente influenciadas por outras. Mudam estilo de tudo: seu jeito de se vestir, seu modo de falar, seu comportamento, enfim, mudam por completo. Passam a ser desobedientes àqueles que exercem autoridade (pais, pastores e outros mais). É de ficar incrivelmente admirado como jovens, ao adentrar as escolas, universidades e outros ambientes, passam a mudar e chegamos até eles e perguntamos: Você está bem? Ele responde: Estou! Mais como está bem se suas atitudes já não são as mesmas? Ah, eu estou normal! Conversa fiada, assuma que mudou que é a atitude mais correta. Pessoas que dizem orar, buscar a Deus e ler a sua palavra, não se detém nesses meios, nessas conversas paralelas que mais induzem ao pecado. Puxa, aquele grupo me influencia a buscar a Deus? Sim, então posso sim me aproximar dele. Mais já aquele outro, proporciona apenas conversas de fica, beija um, beija outro, comentários sobre esses programas diabólicos da TV e também estimulam a mudar de comportamento para com a própria família, dizendo que os pais são caretas e por aí vai. 

É triste também queridos, quando as ovelhas começam a dizer: Puxa! Estou todos os dias de culto na igreja. Deus sabe que tenho buscado a Ele em casa. Porque não ir a um passeio com meus colegas da escola ou do trabalho? Essa é uma desculpa bem..., sinceramente: Lugar de crente é na igreja, independente de convite de quem quer que seja, a não ser coisas pertinentes a obra do Senhor ou motivos de enfermidade ou outras coisas importantes, mas lazer? Sinceramente, não é correto.

E no meu trabalho, na escola, como não me envolver com as influências?

Sabemos que somos seres sociais e que temos que li dar com todas as pessoas, independente de sexo, cor, religião e outras preferências, mas essa não é a desculpa para, fora desses ambientes, marcar programinhas paralelos se essa pessoa não tem compromisso com Deus. Se assim o fazemos, logo estamos indo contra a palavra do Senhor.

Vejamos como estamos sendo influenciados, se primeiramente pelas coisas de Deus ou se pelo mundo. Digo com toda a sinceridade: Amizades também podem ser perigosas. Se dizemos que vigiamos, sejamos realmente pessoas alertas as astutas ciladas do diabo e tenhamos compromisso com o Deus da Glória.

Alex Salustino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!