9 de novembro de 2011

Quando as dificuldades perdem sentido?


O SENHOR será também um alto refúgio para o oprimido; um alto refúgio em tempos de angústia. Em ti confiarão os que conhecem o teu nome; porque tu, SENHOR, nunca desamparaste os que te buscam. (Salmos 9.9, 10)

Não há como ir a presença desse Rei majestoso e permanecer da mesma maneira. Por mais que estejamos padecendo alguma enfermidade, estejamos com algum problema na família, alguma situação considerada difícil, tudo isso passa a perder o sentido quando passamos a descansar em Deus.

Nós nos afadigamos muito enquanto paramos para refletir acerca dos nossos problemas, em como resolve-los, o porque disso está ocorrendo. Ao invés dessas indagações, deveríamos refletir mais sobre um Deus que nos convida a tomar a cruz e seguir em frente, mesmo passando pelas lutas. Lembremos de Jesus, que mesmo na hora da dor se entregou a Deus. Porque isso ocorreu? Para que Ele mesmo pudesse nos ajudar a suportar as dificuldades, as enfermidades, as traições, as brigas, os insultos, as angústias, a falta de comida, a falta de emprego, a falta de uma roupa bonita, a falta de um calçado, uma oportunidade de adentrar a uma faculdade que não veio no momento desejado.

Pare e reflita um pouco mais sobre isso! Quando realmente olhamos para Cristo na cruz, podemos ver ali o que realmente é sofrimento. Mais quando vemos que Ele venceu e que nem mesmo a morte teve poder sobre Ele, entendemos que os nossos pesares e dificuldades, são inferiores ao seu sofrimento e é claro, como Ele vive e reina para todo o sempre, o nosso sofrimento é inferior ao seu poder imensurável.

Nas horas de pior agonia, Deus sempre tem um repouso para nós. É um engano triste, pensarmos que por Deus está em silêncio, não está nos fortalecendo e nos livrando, muito pelo contrário, Ele é sempre presente, mas infelizmente nós é que nos distanciamos Dele. Sua presença facilmente será sentida por nós quando nos esvaziarmos de tudo aquilo que não condiz com a santidade divina (o pecado) e quando estivermos buscando a santidade e realmente tivermos uma fé que não está dedicada a crer Nele porque Ele cura, porque faz-nos prosperar financeiramente e em muitas outras áreas, mas porque Ele é Deus e vive e reina para sempre, independentemente de gerações que venham, que se agite o mar, que os céus se escureçam. Esse é o Senhor! Se as nossas situações são difíceis, só há uma solução: Ir aos pés daquele que nunca desampara aqueles que o buscam.

Alex Salustino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!