29 de fevereiro de 2012

Calar ou falar a verdade


Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto. Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos. Provérbios 27.5, 6

Todos nós dizemos amar a verdade, dizemos ser sempre verdadeiros no que fazemos ou no que pronunciamos aos outros. Por gestos, por atitudes, por lindas palavras, sempre nos temos como verdadeiros. Se assim se sucede, está tudo ótimo meus amados. A verdade é linda, é pura, firme, alcança grandes coisas, porque não se utiliza da malignidade, encontra por exemplo no seu antônimo: a mentira, que se utiliza dos meios corruptos para se beneficiar.

Nós podemos expor para todos que nos rodeiam o quão verdadeiros somos, porém somente Deus sabe se somos coerentes naquilo que afirmamos. O Espírito Santo de Deus nos revela se realmente somos praticantes da verdade, se a temos como base para um autêntica vida cristã, quer seja diante de Deus, quer seja diante dos homens. Nós somos chamados para o anúncio da verdade, somos chamados para vivermos essa verdade, para proclama-la a outros e mostrar-lhe o quão maravilhosa ela é para os que a ela se renderem. João 14.6

Quando devemos falar a verdade?

Nós, na nossa grande maioria, somos omissos para falar a verdade! Nós nos detemos dentro de nós mesmos, com medo de ferir aos outros porque estaremos falando o que é reto e mesmo assim talvez o amado não goste e por isso vamos deixando tudo ser empurrado com a barriga enquanto o amado continua a praticar o que é errado e eu tenho a oportunidade e o dever de dizer-lhe que o que ele pratica é errado, com intuito de lhe ajudar a sair daquela situação, mas por ama-lo de forma errada, acabo o desprezando por não lhe anunciar o que me estava imposto.

Amar alguém não significa tolerar tudo quanto ela faz, não significa concordar com as suas práticas. Uma coisa é odiar alguém porque é viciado no alcoolismo, outra bem diferente é odiar o vício que essa pessoa pratica. Outra pior ainda é vê-la nessa situação e não mostrar-lhe que Jesus é a solução para a libertação da cadeia que lhe prende.

Existem irmãos que estão prontos para ouvir o que lhes apraz, histórias que lhes satisfaçam. Pregações que sejam moderadas, com um tom suave, que não lhes provoque, mas quando são exortados, transformam-se em verdadeiras feras! Não convém que seja assim irmãos, nós devemos ser pacientes para ouvir a repreensão, devemos também desejar ouvir a verdade! Uma das melhores maneiras que concertar-se de um erro que cometemos é também ouvindo acerca do mesmo. Não ache ruim quando você estiver praticando algo incorreto e de repente alguém tocar no seu ombro e disser: Amado! Percebi que seu comportamento está diferente! Tudo bem com você? Convém que não deves proceder desta forma, se precisar que ore com você, eu o farei! Isso promoverá edificação e restauração para cada um de nós.

Como falamos a verdade?

Para se anunciar verdade não é necessária toda uma pirotecnia, alarido e o sacudir das coisas! Não se trata de nada disso! Não estamos falando de ritual.

A verdade precisa ser anunciada de forma pratica, com autoridade, com mansidão e é claro: com amor. Se eu passo a anunciar a verdade com pretexto de superioridade, de vontade de condenar o que está errado, então devo sondar-me e compreender que não estou tão apto para falar a verdade. Se somos faltos de sabedoria, peçamos a Deus que nos concede e não nos lança em rosto. Tiago 1.5

Precisamos compreender também que a verdade dói, mas mesmo assim, devemos estar prontos para ouvi-la e também proclama-la! Ainda que doa, ela se transformará em semente que dará fruto nos corações que a ouvirem e o mesmo crescerá para a Glória de Deus. Lembremos de quantos e quantos homens de Deus não pregaram a verdade, anunciaram o testemunho do Senhor e pereceram porque simplesmente falaram a verdade! Cristo veio para pregar a verdade e assim o fez, mas tamanha foi a dor também causada nas pessoas por conta da verdade, que muitas delas se enfureceram e tiveram em si o ódio e a vontade de mata-lo porque as suas obras eram más.

A verdade vem para dissipar toda escuridão

A verdade é remédio, remédio este que tem poder para sarar feridas abertas por calúnias, por contendas, por uma série de malefícios. Se sempre dizemos a verdade, podemos desfrutar tranquilamente de uma vida de paz e convicção de fidelidade para com Deus. O nosso anseio deve ser primordialmente de viver e anunciar a verdade bíblica, tremenda e poderosa para aplanar os caminhos tortuosos dos pecadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!