14 de fevereiro de 2012

O Deus que cumpre suas promessas!


Chega a época da política e os candidatos se expõem em rede nacional para todo o país contemplar as suas propostas de governo. Eles procuram traçar todo um plano base para demonstrar ao povo que possuem competência para governar. Mais convém analisar as propostas e ainda mais: Não crer em falsas promessas, o que ocorre em demasiado número, neste chamado período eleitoral.

Mais não vamos abordar as falsas promessas, que ocorrem no período das eleições. Falaremos acerca do Deus que cumpre suas promessas. Muitos estão prometendo e prometendo, mas no momento do cumprimento, falham, deixam de lado tudo aquilo que haviam mencionado com própria boca. Quer ver um momento onde isso acontece muito? No namoro! Pois é! Quantos não dizem um para o outro: Eu vou te fazer feliz, eu te amo meu amor! Mais na verdade, isso não passava de uma simples e repentina paixão, que logo trouxe o esfriamento, talvez porque se cansaram um do outro, ao contrário do amor, que tudo suporta e muito mais. (1Coríntios 13)

Outros são idolatras, fazem promessas para "santos", que na verdade não passam de imagens de escultura e quando alcançam determinados objetivos não reconhecem em nenhum momento que foi Deus quem o fez. É só observar o quanto de pessoas seguem em multidões, carregando imagens em seus ombros e então dividem a adoração a Deus com objetos feitos por mãos de homens.

Deus tem planos gloriosos para cada um de nós. Existem momentos de nossas vidas em que dizemos: Deus falou comigo! Essa é uma expressão de muita responsabilidade, pois se temos a certeza de que o EU SOU, SENHOR DOS EXÉRCITOS, JEOVÁ, que cumpre o que promete, falou conosco, então temos que nos apegar a certeza do seu propósito para com a nossa vida. Nossa incredulidade nos atrapalha e muito! Temos que ter o cuidado com os pensamentos negativos, que colidem contra as promessas do Senhor, porém não tem jamais o poder de invalida-las.

Uma história da Bíblia que chama atenção é acerca de Abraão e Sara, sua esposa! Ambos eram avançados em idade, o que na atualidade, seria algo completamente impossível para muitos, principalmente para os incrédulos, mas para o Senhor nada é impossível. Porque avançados em idade? Porque sua idade parecia não oferecer mais condições de gerarem um filho.

(Como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí) perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos, e chama as coisas que não são como se já fossem. O qual, em esperança, creu contra a esperança, tanto que ele tornou-se pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência. E não enfraquecendo na fé, não atentou para o seu próprio corpo já amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara. E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus, E estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para o fazer. Romanos 4.17-21

Sabe quem o chamou? Sabe quem cumpriu a promessa? Sabe quem gerou filho independente das impossibilidade a e b? Foi o Senhor! E Abraão creu que o Senhor era poderoso para o fazer, para cumprir a sua palavra dita ao seu servo. As dúvidas que nos rodeiam não devem fazer morada em nossos corações, porque isso certamente nos prejudicará, trazendo-nos angústias, mas ainda que passemos por elas, creiamos com toda a força que aquilo que o Senhor nos prometeu, haverá de se cumprir, levante-se o inferno em cheio ou não!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!