5 de março de 2012

Como estou louvando a Deus


REGOZIJAI-VOS no SENHOR, vós justos, pois aos retos convém o louvor. Louvai ao SENHOR com harpa, cantai a ele com o saltério e um instrumento de dez cordas. Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e com júbilo. Salmo 33.1-3

Estou a cada dia analisando uma série de pontos importantes para a ministração do louvor na igreja. Primeiro eu não posso deixar de atentar para o primordial: comunhão com Deus.

A comunhão com Deus é essencial para a ministração do louvor

Eu não tenho como realizar um perfeito louvor para o meu Deus se eu estiver andando de mãos dadas com o pecado. Tenho a total certeza de que enquanto estiver cometendo coisas erradas, o meu louvor não chegará, como deve, diante de Deus. O pecado atrapalha a nossa comunhão com o Senhor. Não podemos servi-lo e ao mesmo tempo fazermos o que lhe desagrada, pois do contrário estamos sendo desobedientes.

A oração perseverante

Eu acho importante a pratica constante da oração acerca da vida individual de cada um dos que compõe o ministério de louvor, mas também acho importante a oração pelo grupo. Muitas vezes estamos orando focadamente ou pelo ministério, sem se preocupar com os integrantes ou fazemos o contrário. Quando um irmão não está tão bem, acredito que todos devemos participar do seu sofrimento, mesmo quando for uma falha cometida, precisamos orar ao Senhor, pedindo que Ele tome a frente da situação e então aí, saibamos que a questão é entre ele e Deus, porém devemos ter o desejo de que tudo flua bem.

A igreja desanimada

Uma coisa que tenho percebido é que vivemos naquela: Saudamos a amada igreja com a paz do Senhor! A igreja saúda, meio que em dificuldade vocal, com uma certa frieza e então em seguida dizemos: Convidamos a igreja a ficar de pé! Aí vemos em seguida a igreja levantar na maior dificuldade, muitos levantam só para não fazer feio frente ao responsável pelo louvor. Isso dói, porque o que estamos fazendo na igreja não é louvar a Deus? Porque então é tão enfadonho para nós? São essas coisas que devemos avaliar melhor!

Os ministros de louvor também na frieza

Vemos a igreja fria, cansada, mas e nós, os que temos ministrado o louvor, como estamos? Nossa vida espiritual vai bem? Nossa comunhão com a família, com o próximo, com a igreja, vai tudo bem? Se nós pesássemos mais os pontos importantes que norteiam uma vida com Cristo, em gratidão constante a Ele, em um louvor dedicado, cheio de júbilo, de felicidade, poderíamos ver bons frutos, alegria no meio do povo de Deus ao ministrarmos louvor. Não podemos como servos de Deus, responsáveis pelo louvor, ter uma vida dupla. Hora estamos de uma forma, buscando a Deus, mas hora estamos nos atendo ao que Deus não aprova, isso é inaceitável. Lembremos de uma coisa: Se estivermos frios, não podemos e nem devemos cobrar da igreja que ela se anime! O nosso testemunho dirá muito de como estamos procedendo diante de todos.

Músicas, músicos, bagunça "gospel"

Algo que eu não consigo entender é também acerca do que tem surgido no meio da música gospel. Fico observando guitarristas, vocalistas, tocando muito, porém pouco vejo glorificarem a Deus pelo que lhes foi concedido, principalmente pela sua misericórdia! Vejo músicos e cantores fazerem brincadeiras com o Espírito Santo, falando uma infinidade de bobagens e isso para eles é louvor. E o que ainda incomoda é que multidões vão aos shows e seguem os mesmos passos e não tem os seus olhos abertos para a bagunça que está acontecendo.

O louvor

Acredito que louvor não precisa ser barulhento demais e nem tampouco aquela coisa devagar quase parando, pondo os irmãos para dormir. Não é isso! A escolha das canções deve também estar embaixo de oração e de avaliações entre os componentes do ministérios, pois existem canções que são heresias e que jamais entronizam a Deus, o que na verdade está presente em maioria das músicas atuais.

Por fim: REGOZIJAI-VOS no SENHOR, vós justos, pois aos retos convém o louvor. Louvai ao SENHOR com harpa, cantai a ele com o saltério e um instrumento de dez cordas. Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e com júbilo. Salmo 33.1-3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!