17 de abril de 2012

Como anda a nossa fé?


Texto base: Gênesis 15.1-6

Depois de todo o diálogo entre o Senhor e Abrão, fica a mostra que ele (Abrão) ainda precisava ouvir algo mais da parte de Deus para que se firmasse em sua promessa gloriosa.

Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência. E creu ele no SENHOR, e imputou-lhe isto por justiça. (Gênesis 15.5, 6)

Abrão poderia contar todas as estrelas dos céus? Quem ode conta-las, a NASA? (Risos). O Senhor se utilizou dessa situação para lhe mostrar que lhe concederia uma posteridade.

Em muitos momentos nós também necessitamos desse toque do Senhor para contemplar que o que Ele promete, ainda que pareça demorar, se cumpre. Em muitos de nós parece haver uma certa antipatia pelo crer que mesmo parecendo impossível, vai acontecer.

Após o exemplo das estrelas, Abrão creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça. (Gênesis 15.6). Se a fé de Abrão se mantivesse cambaleante, sacudida de um lado para outro, por conta de ventos de doutrina, do "irmão" que teve revelação de que não é bem assim ou do "eis que eu te digo", talvez Abrão nem tivesse saído de sua terra e parentela para onde o Senhor queria que ele fosse.


É preciso ter fé em toda e qualquer situação e também é importante praticarmos aquilo que muitos de nós dizemos: DESISTIR É PARA OS FRACOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!