21 de abril de 2012

Jesus - Fiel sumo sacerdote


O sumo sacerdote era alguém que estava no lugar mais alto, mais elevado, supremo e máximo. Realmente era um privilégio ser chamado pelo Senhor para ser instituído como sumo sacerdote, alguém que cuidaria do povo, admoestando-o, fazendo sacrifícios pelos seus pecados e também dos demais que lhe rodeavam. No antigo testamento vemos homens, escolhidos pelo Senhor para tal tarefa. Eles tinham de obedecer a todas as determinações do Senhor quanto a escolha de animais, os quais iriam apresentar a Deus, que deveriam ser perfeitos e bem apresentáveis ao Senhor.

Mais esses sacerdotes levantados pelo Senhor, eram homens sujeitos também as fraquezas da carne. Eles, assim como nós, também poderiam ser tentados e também fraquejarem em determinadas áreas, porém, compreendamos que eles tinham de honrar o seu ministério, buscando satisfazer a vontade do Senhor.

No novo testamento, com o nascimento de Cristo, as coisas passam a mudar. Ele veio para cumprir a lei estabelecida nos tempos de outrora pelo próprio Deus. Em seguida, agora, ordenanças antigas são deixadas, porque Nele, tudo começa a ser pago para que assim, nós tivéssemos Nele, a remissão dos nossos pecados e para que pudéssemos recorrer a Ele em todos os momentos.

Visto, pois, que os filhos tem participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo, e livrasse todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida. (Hebreus 2.14, 15)

Estaríamos aprisionados ao poder do diabo se não tivesse ocorrido a obediência da parte de Cristo, pois somente por meio da sua morte, Ele venceu o diabo e assim passou a deter em suas mãos todo o poder para que libertasse os seus do poder das trevas.

Por isso mesmo, convinha que, em todas as coisas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas coisas referentes a Deus e para fazer propiciação pelos pecados do povo. (Hebreus 2.17)

Assim como os sacerdotes do antigo testamento, Cristo também fez o sacrifício pelo povo, mas não por meio de animais sem defeito e sim por meio do seu próprio sangue, derramado na cruz, visto que o fez de uma vez por todas para assim aperfeiçoar àqueles a quem Deus chama para participar da sua graça.

Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados. (Hebreus 2.18)

"Todo o sofrimento de Cristo, toda a sua angustia no momento de sua morte, o derramamento do seu precioso sangue, todas essas coisas contribuíram para que Nele residisse toda a vontade Deus, consumando assim a submissão da morte aos seus pés e também a salvação dos agora chamados filhos de Deus por meio do sacrifício único e permanente de Jesus, a saber: a sua morte".

Este sumo sacerdote, que fez o sacrifício uma única vez, tem poder suficiente para nos socorrer quando as nossas lutas parecem não cessar, pois Nele mesmo reside toda a majestade, tanto nos céus quanto na terra. Não abdiquemos de depositar Nele a nossa confiança, quando sufocados pela nossa dor, contemplemos o Cristo vivo, morto por meio de um sofrimento sem igual, assim, humilhando as nossas próprias dores, considerando-as como minusculas ou nada diante do que Jesus passou antes da sua morte e assim, certamente, por meio Dele, teremos forças para ir adiante sempre mantendo firme a nossa confiança Nele.

Um comentário:

  1. Estive a ver algumas coisas em seu blog gostei do que li e vi. E desejo deixar um convite, tenho um blog com o nome de Peregrino e Servo. Meu nome é Antonio Batalha sou portugues. Se desejar fazer parte, eu ficaria radiante em que fizesse parte dos meus amigos virtuais, isto é, não quero que se sinta coagido a faze-lo mas apenas se deseja. Se achar que não merece a pena fico-lhe grato na mesma. Decerto irei retribuir seguindo o seu blog também. Um obrigado.

    ResponderExcluir

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!