22 de maio de 2012

Somente a verdade e nada mais que a verdade


A verdade ainda que dolorosa é sempre a melhor a ser praticada. Ela expõe fatos, mostra contextos obscuros, reflete a renovação da mente e traz felicidade ao coração. A verdade mais pura e inigualável vem de Deus. A Bíblia, a santa palavra do Senhor é a palavra da verdade e da qual todo o crente deve procurar maneja-la corretamente. (2 Timóteo 2.15)

Infelizmente, o evangelho tem sido confundido com a bagunça, com a descaracterização da pregação autêntica dos tempos de outrora. O culto a Deus hoje é o culto ao apóstolo, ao pastor cheio da unção, por exemplo: o fogo e liberam-se aqueles brados no culto: Queima Jesus! Queima! E o culto parece pegar fogo mesmo. Hoje a igreja gosta do abre asas que eu quero passar, parece que gosta de dá origem a metamorfoses, se transformando em bichos e qualquer outra coisa. Disto já falou o pastor David Wilkerson em um sermão pregado na Rússia, onde ele conta acerca de um pregador que ao subir no púlpito falava de uma unção vinda do Espírito que fazia com que todos se transformassem em cobras.

Nos shows evangélicos de cantores por aí a fora, o que é que tem sido transmitido de tão edificante? De algo que glorifique a Deus? Porque ir a igreja, pegar a Bíblia e ler quando o pastor pede que fique de pé em reverência a mesma, isso é muito simples, mas e fora da igreja? Isso é dito não somente para os irmãos, frequentadores de shows, mas também para os músicos. Em certos shows que estão sendo realizados, estão saindo uns comentários de que os cantores tem subido nas estruturas metálicas que sustentam o palco e ficam olhando pra multidão, talvez com vistas a aparecerem ou imitarem macaco! E então, a pergunta: No que o nome de Deus está sendo glorificado? Rodinhas sendo feitas em shows de rock gospel, a modinha do instiga que dá origem a só Deus sabe o que!

A tentativa de chamar a atenção de Deus nos cultos por meio de vibrantes glória a Deus, de choros e lamentações bem extravagantes e talvez até fazer como Regis Danese: E chamar sua atenção para mim! Sabendo que Deus está mais interessado em um coração quebrantado e contrito em sua presença, que se humilhe, que realmente objetive andar em comunhão com Ele todos os dias de sua vida.

Sabe! Ao ler Atos dos Apóstolos, podemos nos deparar com uma diferença muito grande da pregação dos tempos antigos para os dias atuais, como Pedro e os demais apóstolos se empenhavam por anunciar o evangelho, por manterem uma conduta realmente arraigada nos mandamentos do Senhor. Testemunhavam fielmente acerca do que viram quando Cristo ainda estava com eles e expunham sem medo a palavra de Deus, ainda que sofrendo perseguições por parte dos sacerdotes, saduceus e escribas, ainda que sofrendo prisões e açoites. Pedro, por exemplo sempre se referia a eles como assassinos de Jesus, sem ter medo do que lhe poderia sobrevir.

Que as coisas sejam feitas com ordem e decência, pois o nome de Deus tem sido blasfemado no meio de muitos por conta do ensino errado e da bagunça no meio da igreja. E a verdade é que: E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos. (Atos 4.12)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!