15 de junho de 2012

Peritos na ansiedade

Como somos apressados e ansiosos não é mesmo?

Se agora não temos o dinheiro pra comprar aquela roupa, esse é o motivo do desespero. Se não dinheiro pra comprar aquela carne é o bastante para que logo se defina a situação por completa: não haverá nenhuma refeição no dia de hoje!

Já ouvi várias pessoas dizerem que a ansiedade é falta de fé e pesquisando no dicionário, encontrei o seguinte significado: Estado emotivo caracterizado por um sentimento de insegurança. E isso é verdade! Já percebeu suas atitudes quando deseja alcançar algo e isso parece tardar em vir?

Contudo, em alguns casos, sequer o cidadão ou a cidadã orou e mesmo assim, quando ora acredita que a oração é: aqui e agora! Certamente você já ouviu também esta expressão: a pressa é inimiga da perfeição e me diga se quando você fez algo apressadamente saiu perfeito? Pode até ter saído, mas se você o tivesse feito tranquilo, não viria a lamentar como o lamentou fazendo apressadamente.

A ansiedade nos tem feito perder muitas coisas. Primordialmente ela tem feito com que muitos desanimem na fé. Esperar e confiar são pilares fundamentais na vida daqueles que esperam no Senhor. O verso 1 do Salmo 40 vai falar muito bem acerca do que significa a espera em Deus, mas é esperar mesmo e não ficar pra lá e pra cá, cheio de murmurações e inquietações, mas sim derramar-se em forma de clamor perante o Senhor.

Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário? (Mateus 6.25)

E então, qual destes tem sido o motivo da nossa ansiedade? Talvez nenhum destes acima citados no versículo, correto?

Talvez o motivo da nossa ansiedade seja um relacionamento, um automóvel, uma casa, um bom emprego, enfim. Mas para que venhamos a conquistar tais coisas, temos de confiar no Senhor, temos de esperar Nele e não nos apressarmos. Nos deleitar Nele fará toda a diferença, porque quando assim o fazemos, descansamos Nele e aguardamos na sua vontade, sabedores de que Ele é poderoso para nos prover de tudo quanto necessitamos.

Nos versículos posteriores, o Senhor Jesus continua a mostrar que nem as aves, nem tampouco os lírios dos campos exercem qualquer trabalho para que possam manter-se de pé, mas Deus é quem providencia o alimento para as aves e a veste para a erva do campo. (Mateus 6.26, 30)

Se descansarmos no Senhor e confiar no seu agir, certamente Ele nos providenciará aquilo que nos é necessário. Em muitos momentos alguém compra uma roupa e não gosta e de repente pode chegar até nós, justamente numa situação em que precisamos e então? Sorte ou provisão de Deus acerca daquilo que estávamos necessitando?

Outro fato é estarmos necessitando de certa quantia para comprar isso ou aquilo e oramos ao Senhor, clamando-lhe acerca da provisão de tal quantia. Caminhamos na rua e quando olhamos para o chão, lá está uma nota de R$20,00 ou qualquer quantia. E então? Sorte ou provisão de Deus?

O que devemos fazer em princípio é sempre isto: Mas buscai em primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6.33)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!