25 de agosto de 2012

A eleição dos servos de Deus


A eleição dos servos de Deus – Alex Salustino
(Texto base – Efésios capítulo 1)

Talvez estejamos nos esbarrando em algumas dúvidas quanto à eleição, decretada por Deus para com os que Ele chama para junto de si mesmo.

São todos eleitos, todos gozarão dos benefícios deste decreto? Estas são perguntas interessantes e fundamentais que devemos fazer-nos e irmos buscar respostas e consequentemente avaliar-nos e comprovarmos se somos ou não eleitos de Deus.

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, (Vs. 3).

Podemos conferir o regozijo do apóstolo Paulo em si tratando das bênçãos que o Senhor havia concedido aos efésios. Em Cristo, por meio da sua poderosa e gloriosa obra redentora, os cristãos de Éfeso deveriam louvar a Deus, cuidando em apreciar tais bênçãos.

Logo, podemos concluir que todos aqueles que são abençoados por Cristo, se alegram em sua presença, louvam-no por tamanho e incomparável amor.

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou. Romanos 8.28-30

Deus por seu imenso amor, mediante a sua própria vontade, quis escolher através de Cristo aqueles que seriam chamados para serem seus.

A gritaria, a ida a igreja, dar esmolas aos pobres, nada disto implica em eleição. As pessoas se surpreendem quando veem pessoas que estavam firmes (aparentemente falando) no evangelho, mas que simplesmente sentiram saudades do mundo e resolveram retornar a vida iníqua. Ser eleito não depende do querer próprio do homem, mas é algo que parte da soberania do próprio Deus.

Paulo então comenta sobre o Pai que elege (v. 3-6), o Filho que redime (v. 7-12) e o Espírito que sela. (v. 13-14). É uma obra completa, envolvendo a trindade. Paulo tratou acerca da predestinação dos crentes na eternidade, no perdão no presente e na herança no futuro.

Catecismo de Heidelberg
Pergunta 54. O que você crê sobre “a santa igreja universal de Cristo”?
RESPOSTA. Creio que o Filho de Deus reúne, protege e conserva, dentre todo o gênero humano, sua comunidade eleita para a vida eterna. Isso ele faz por seu Espírito e sua Palavra, na unidade da verdadeira fé, desde o principio do mundo até o fim.
Creio que sou membro vivo dessa igreja, agora e para sempre. (Ef. 4.11-13)

O Senhor é o que elege e aperfeiçoa aqueles que carregam em si o nome de filhos de Deus.

Aprouve a Deus escolher aqueles a quem limparia da sujeira proveniente do pecado, um povo que se regozijaria em ser chamado de servo de Deus. Estar “em Cristo” é algo para o qual alguém é escolhido. (1 Co 1.26-31)

A vontade de Deus está acima do anseio humano. (Vs. 5.9; cf. Dt 7.7-8). Isso parte de Deus, um ato de amor, de bondade para com um povo.

No livro de Romanos, Paulo fala sobre os gêmeos, filhos de Isaque, que ainda não tinham nascido e nem tampouco praticado o bem ou o mal, mas o foco principal é quanto à eleição, para que a mesma viesse a prevalecer na dependência de quem chama o homem (que é o próprio Deus). Romanos 9.11

Tudo depende de Deus, que usa de misericórdia para restaurar o pecador. Romanos 9.16

Deus já havia preparado um povo para andar em união com o seu Redentor. Este povo estaria caído (em pecado). Isso depende da graça que vem de Deus em Cristo, antes da fundação do mundo. (2 Tm. 1.9)

O povo escolhido por Deus sempre terá em seus corações o anseio por uma aproximação do seu Deus, uma vida de luz, vontade de andar em retidão e cumprir os decretos Dele. Terá respeito pela lei do Senhor e se esforçará para inculca-la em sua mente e em seu coração para que não venha a andar semelhante aos corruptos na carne. (1 Pe. 1.18-21)

No último dia, os que não estiverem escritos (com os seus nomes) no livro da vida, esses adorarão a besta, mas somente estes e não os que outrora foram separados por Deus. Ap. 13.8

Trazendo estes pontos fundamentais, explicados pelo apóstolo Paulo aos efésios, para os dias atuais, devemos ter em nossos corações a certeza deste chamado glorioso e é claro que devemos viver como eleitos de Deus, pesar bem e sondarmos como anda o nosso proceder, nossa forma de cristianismo.


Referências

Bíblia de Estudo de Genebra. 2. ed. Barueri, SP: Sociedade Bíblia do Brasil; São Paulo: Cultura Cristã, 2009.
1984p.; 24cm.

Bíblia Sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri – SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2008. 1664p.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!