5 de agosto de 2012

Não é o "santo milagreiro", é Jesus Cristo, o Senhor


Comumente por meio das tradições sustentadas ao longo dos muitos séculos e inculcadas nas mentes das pessoas, há a ideia de que existe uma infinidade de "santos", que atuam em áreas específicas, como por exemplo: das causas impossíveis, casamenteiro e por aí vai. E olhe que não é pouca coisa não, o elenco é grande, não citei nem metade desse grupo.

Nos dias de hoje, as pessoas preferem crer que alcançam determinadas petições porque simplesmente direcionam suas súplicas a imagens de esculturas, ou porque acabaram com os seus joelhos subindo escadas até sangrar. Aí de quem lhes mostre que tais sacrifícios de nada se aproveitam, mas que os mesmos, os faz permanecerem naquilo que se chama de idolatria.

Estive dando uma rápida olhada numa determinada postagem em que li na internet, onde não havia um certo significado para a palavra santo, mas conferindo no dicionário, pude ver que a mesma significa: 1.Canonizado pela Igreja. 2.Que serve a algum uso sagrado. 3. Dedicado, consagrado a Deus.

Ninguém tem autoridade de nomear a outro alguém como santo. Nem papa, nem quem quer que seja, mas somente Deus e essa tamanha santidade, a ponto de curar, de resolver situações de grande dificuldade, de merecer adoração, foi designada ao Senhor Jesus, de maneira unica e primordial. (Atos 4.12). Santo é alguém que é separado, chamado pelo Senhor, alguém que Ele mesmo resolveu transformar, limpando-o de toda imundícia e lhe dando novas vestes, não corruptas pelo pecado, mas vestes que resplandecem por meio da Glória de Cristo.

No capítulo 5 de Marcos, encontram-se vários relatos de milagres realizados pelo Senhor Jesus quando passava por certas localidades. Primeiro um endemoninhado reconhece a autoridade de Cristo e lhe vai ao encontro, pedindo que o filho do Deus Altíssimo não lhes atormentasse. (Marcos 5.7)

Ainda no mesmo capítulo, vemos o pedido de Jairo, um certo chefe que estava com a sua filha já morta e a incredulidade pairava no meio dos seus, mas Jesus é a vida e certamente operaria algo tremendo naquela criança. (Marcos 5.36, 39, 41 e 42)

Anteriormente a filha de Jairo, uma certa mulher desejava tocar na orla das vestes de Jesus, pois Ele passava por ali. Enquanto a multidão o comprimia, a mulher queria se aproximar dele e sentir a cura vindo de encontro a sua enfermidade, fazendo assim, perecer o que afligia. (Marcos 5.27 e 28). Depois de tocar na orla das vestes de Cristo, ela sentiu-se curada, sua enfermidade já não mais era motivo de tristeza e nem tampouco de gastos desnecessários, pois ela havia ido a pessoa certa. (Marcos 5.29-34)

Milagres não se compram. Isso tudo é vindo da parte de Deus. O problema é quando se tenta dividir a Glória de Deus com a adoração a homens, a madeira, barro e outras invenções que o próprio homem quis promover. Vemos então exemplos neste capítulo 5 de Atos, de milagres gloriosos, pessoas sendo curadas de enfermidades que aos olhos humanos e da própria medicina são considerados impossíveis.

Vamos a um médico e quando sai o resultado do exame, o médico ainda sorrindo, para talvez tentar amenizar o diagnóstico, pensando que talvez haja uma reação adversa da parte do paciente, lhe diz: É! Essa enfermidade não tem cura, mas tem controle, daí então, muitos de nós começamos a chorar, a nos entupir de remédios, mas nem sequer pomos os nossos joelhos para suplicarmos a Jesus a cura da qual necessitamos.

Não se paga por milagres, ainda que isso esteja, infelizmente, ocorrendo nos dias de hoje. Homens tentando ludibriar a fé das pessoas, que também estão cegas, por já virem carregando tradições tristes e transgressoras contra a palavra de Deus.

Adorar somente a Deus! Só o Senhor pode curar, só Ele pode fazer milagres, somente Ele pode fazer a estéril ser mãe de filhos, somente Ele pode transformar a vida de um pecador, resgatando-o do laço das trevas. Ele não está morto no madeiro, agarrado num crucifixo. Não! Ele venceu e vive e reina para todo o sempre. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alex Salustino

Alex Salustino
Cristão resgatado pelo precioso sangue de Cristo! Bibliotecário, blogueiro, músico, fotografo amador, graduando em marketing, proprietário da Alex Artes Gráficas. Sou o responsável por administrar o Pregando o Evangelho. Deus te abençoe!